Queijo de Coalho

Este queijo é de origem brasileira, mais especificamente do Nordeste, onde a tecnologia artesanal utiliza leite cru. Recebe esse nome pela coagulação ocorrer a partir de uma enzima encontrada no estômago de ruminantes. Sua fabricação passou por melhoramentos tecnológicos, por exigências de higiene e de pasteurização do leite, sem que fossem comprometidas suas características intrínsecas […]

Tags: Cloreto de Cálcio / Corante Clorofila / Holdbac LC / MPC 70 / Natamax / Natamicina / PROTEASE FK-1000 Plus / Quimosina F-1000 Plus / Quimosina F-2100 Granular / Quimosina F-600 Plus

Este queijo é de origem brasileira, mais especificamente do Nordeste, onde a tecnologia artesanal utiliza leite cru. Recebe esse nome pela coagulação ocorrer a partir de uma enzima encontrada no estômago de ruminantes.

Sua fabricação passou por melhoramentos tecnológicos, por exigências de higiene e de pasteurização do leite, sem que fossem comprometidas suas características intrínsecas e funcionais. Hoje em dia esse queijo está difundido em todo o país e é encontrado com facilidade em supermercados e bares, principalmente em regiões litorâneas.

É um queijo usualmente consumido a quente, servido em pedaços em palitos, assado em brasa ou mesmo frito.

Quando submetido ao aquecimento não derrete, devido à baixa proteólise e desmineralização. Apresenta textura que range nos dentes ao se mastigar e um aspecto de tostado na superfície.

É um queijo sem maturação, recomenda-se portanto que se observe a data de validade e a condição de armazenamento sob refrigeração. – Fonte: ABIQ


INGREDIENTES DISPONÍVEIS PARA FABRICAÇÃO DO QUEIJO DE COALHO: